Como sobreviver a um breakout – um surto de espinhas

É muito difícil lidar com um breakout e não saber muito bem sua origem. Eu acreditava que não tinha me adaptado método de limpeza com óleos, que é uma maneira bem natural e eficaz de fazer a higienização diária da pele sem agredir o nosso rosto – só que, mesmo depois de algumas semanas de interrupção no uso dos óleos, minha pele ainda não voltou ao normal. Ainda não descobri a fonte do meu breakout, mas estou tentando investigar todas as possíveis causas.

Um breakout é basicamente uma explosão de espinhas repentina, e foi exatamente isso que aconteceu comigo. Breakouts podem ser hormonais, devido ao acúmulo de sujeira e má limpeza da pele, uso de alguma substância comedogênica, alergia a algum componente de um produto ou até mesmo emocional e devido ao estresse. Por isso é importante entender que o nossa pele reflete muito o que estamos comendo, bebendo e sentindo!

Como descobrir a causa desse breakout? Como evitá-lo para que isso não se repita? E quais produtos você pode utilizar para que sua pele melhore?

Precisamos entender por que temos espinhas e como elas se formam. De uma forma resumida, elas se formam através da obstrução dos folículos pilosos da pele devido a produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas ou pelo acúmulo de células mortas nesses folículos. Esse sebo é produzido naturalmente para lubrificar a nossa pele mas, se for produzido em excesso, ele pode se acumular nos folículos. Junto com as células mortas, esse sebo em excesso cria um ambiente propício para a proliferação de bactérias, infeccionando por isso – assim surge uma espinha. Os cravos são apenas os folículos obstruídos e com oxidação do sebo, por isso a cor mais escura. (Fontes: I, II e III)

Eu ainda não descobri a causa do meu breakout. Minha pele está bem melhor e mais calma, mas ainda não está como era antes. Por isso, resolvi mudar um pouco a minha rotina de cuidados e usar produtos mais suaves e adstringentes para poder controlar as espinhas e tentar secá-las. Se o seu surto de espinhas acontecer por causa dos produtos que você está usando – e você só descobre trocando os seus produtos, mesmo –, minhas dicas serão bem úteis!

Como evitar um breakout

• Aprendi a nunca introduzir mais de um produto ao mesmo tempo na minha rotina de cuidados com a pele. É importante dar um intervalo de pelo menos uma semana para ver como sua pele irá se comportar àquele produto. Se você começar a usar vários produtos ao mesmo tempo, é impossível saber qual te deu aquela reação específica.

• Faça um teste de alergia antes de aplicar o produto em todo o rosto ou corpo. Passe uma pequena quantidade nos pulsos e atrás da orelha e aguarde 24h. Caso você não tenha quaisquer reações ao produto, prossiga com o uso; se tiver, procure imediatamente um médico.

• Leia sobre componentes comedogênicos. Silicones e petrolatos, por exemplo, entopem facilmente os poros e podem aumentar sua chance de ter cravos e espinhas. Se seu hidratante facial possuir esses ingredientes em demasiado, são grandes as chances de você ter um breakout.

Esfoliar a pele duas vezes por semana – ou mais, se for necessário, depende de cada um – ajuda a remover as células mortas e a fazer uma limpeza mais profunda, removendo as impurezas que ficam impregnadas devido à poluição e ao suor. Uma mistura de mel e pó de café é o suficiente e, ainda por cima, biodegradável.

Como agir caso tenha um breakout

Hidrolato de melaleuca é excelente para desinflamar as espinhas e secá-las mais rapidamente, e o hidrolato de lavanda acalma a pele e ajuda a cicatrizá-la – não esqueça de fazer um teste de alergia. A melaleuca é bastante adstringente, portanto, não deixe de hidratar bastante a sua pele para ela não ficar ressecada. Lembre-se: estou falando do hidrolato, não do óleo essencial, que não pode ser usado puro sobre a pele.

Receitas caseiras podem ser perigosíssimas. Existem algumas pela Internet para secar espinhas, como alho, limão, pasta de dente ou qualquer pomada, mas não siga nenhuma instrução como essa. Você pode queimar sua pele, deixar manchas e piorar muito a situação. Pomadas precisam ser receitadas por dermatologistas!

Não esprema suas espinhas. Você pode infeccioná-las, machucar sua pele, manchá-la e, caso esprema cravos, eles podem inflamar também. Fora as manchinhas que eles podem deixar na sua pele! É difícil, mas importante, evitar a tentação. Não toque tanto no seu rosto para evitar o acúmulo de resíduos na pele ou o aumento da oleosidade.

Sua pele precisa de tempo para se recuperar. Tente não utilizar milhões de produtos diferentes tentando terminar com as espinhas de uma vez, você pode acabar piorando a situação. Confie nos produtos que você sabe que funcionam para a sua pele e use sempre sabonetes, tônicos e hidratantes bem suaves. Quanto menos, melhor.

Chá de camomila ou água termal geladinhos acalmam a pele e você pode borrifá-los no rosto caso sua pele esteja muito inflamada ou passá-los com um algodão. Ela irá, aos poucos, se recuperar.

• Se o seu breakout for hormonal ou emocional, os produtos podem até ajudar sua pele, mas não irão solucionar o problema. É importante que você procure um endocrinologista e faça exames para verificar se seu corpo está funcionando como deveria.

Observe tudo que você utiliza de medicamentos, tudo que você muda em sua alimentação, se está dormindo bem, se está com os níveis de estresse lá no alto… Nosso corpo é um organismo muito interligado e o detalhe mais impensável pode refletir na pele. Mente sã, corpo são!

• Se sentir que sua pele está em uma situação bem preocupante, procure um dermatologista. Intervenção médica é, muitas vezes, indispensável.

Como a minha pele melhorou

Minha pele começou a ficar áspera. Comecei a adquirir muitos cravos em regiões do rosto em que nunca os tive, como nas bochechas. As espinhas aumentaram. Em duas semanas, meu rosto ficou infestado de espinhas, daquelas internas mesmo, bem inchadas e doloridas. Estou investigando a causa, mas sei que minha pele nunca possuiu tanta acne como agora, mesmo depois de tantos cuidados.


 

Minha pele uma semana após o surto de espinhas


Sempre fui apaixonada por esse sabonete espumante da UneVie, que limpa sem ser agressivo e deixa a pele bem macia. Também continuei usando o hidratante facial da Alma Lavada (esqueci de tirar uma foto só dele, mas é aquele ali atrás, de tampa branca!).

Sabonete Espumante UneVie
Sabonete Espumante UneVie

Composição: Óleo essencial de sândalo, óleo essencial de lavanda, óleo essencial de vanila, extrato de hamamelis, água de rosas, azeite, água desmineralizada, hidróxido de potássio, resina de alecrim, vitamina E

Não fez milagres, mas deu um acalmada na minha pele. E foi durante o Curso de Introdução à Aromaterapia e Alquimias da Vivo Naturalmente que, graças à maravilhosa Fernanda Telles (quero ser igual a essa mulher!), eu recebi algumas dicas incríveis e aprendi muito. Especialmente sobre o poder dos óleos essenciais, mas não somente.

Ela me indicou um hidrolato de melaleuca da Oshadhi para limpar a pele, além dos hidrolatos de lavanda e gerânio, que ainda não utilizei. Os hidrolatos são obtidos através do processo de destilação para obtenção de óleos essenciais e possuem, mesmo que em menor quantidade, as propriedades terapêuticas desses óleos. O hidrolato de melaleuca é bactericida, antisséptico e antibiótico, sendo excelente para o tratamento de acne e para peles oleosas.

Hidrolato de Melaleuca Oshadhi
Hidrolato de Melaleuca Oshadhi

Além disso, a Fernanda me indicou o creme hidratante facial da Vivo Naturalmente, a marca que ela possui com o marido. A produção é artesanal e os produtos são feitos com muito cuidado, carinho e com o toque especial dos óleos essenciais, que agem no corpo e nas nossas emoções.

Creme Hidratante Facial • Vivo Naturalmente
Creme Hidratante Facial • Vivo Naturalmente

Composição: Água destilada, hidrolato de lavanda, glicerina vegetal, manteiga de bacuri e karité, óleo de amêndoas, emulsificante vegetal, álcool cetílico, vitamina E, goma xantana, conservante livre de parabenos e formol, óleos essenciais de mirra, palmarosa e sangue de dragão

Esse hidratante, em específico, possui:

Óleo essencial de Mirra: Utilizado nos tratamentos de estética facial para peles ressecadas, rachadas e com rugas. Alivia quadros inflamatórios, de alergias, de acne e é adstringente, tratando feridas, picadas e espinhas. Tem ação antifúngica e viricida, podendo ser aplicado sobre verrugas. Pode auxiliar no tratamento de dermatites, eczemas, psoríase e rosácea.

Óleo essencial de Palmarosa: Antisséptico, bactericida e cicatrizante. Traz beleza e suavidade à pele, hidratando e regerando o tecido celular. Útil nos tratamentos de acne.

Resina vegetal de Sangue de Dragão: Estimula a formação de colágeno reduzindo rugas, favorecendo a pele contra o envelhecimento.

Senti que, com esse trio de cuidados, minha pele ficou infinitamente melhor. As espinhas secaram, a oleosidade diminuiu bastante e as manchas das espinhas estão aos poucos desaparecendo. A transformação é nítida. Minha pele está mais luminosa e hidratada! Ainda não descobri a causa da acne e ainda estou investigando o que poder ter causado esse breakout. Enquanto não resolvo essa questão, estou seguindo essa rotina de cuidados que têm me ajudado imensamente!


 

Minha pele atualmente – aproximadamente um mês após o breakout


 

O que também me ajudou foi utilizar as argilas branca e verde uma vez por semana. Eu fazia uma mistura com ambas – uma colher de chá de cada – e com soro fisiológico bem geladinho, que deixo na geladeira. Eu nunca deixo as argilas secarem e borrifo o soro no rosto até a hora de removê-las, em mais ou menos trinta minutos. Em seguida, enxáguo e hidrato a pele. A argila verde serve ajuda a secar as espinhas, enquanto a branca deixa a pele luminosa e auxilia nas manchas.

Minha pele ainda não está 100% melhor. Sinto que ainda preciso descobrir a verdadeira causa da minha acne. No entanto, por ora, essa rotina de cuidados está me ajudando muito a controlar as espinhas.


Espero que esse post tenha sido útil para você que sofre de breakouts ou que quer evitá-los. Cuide bem da sua pele! Produtos naturais são excelentes e fazem um bem enorme para nós. 🙂 Qualquer dúvida, deixe um comentário que eu respondo com o maior carinho! E me segue lá no Instagram, estou sempre postando dicas de pele no stories. 😉

Até a próxima! ❤

2 thoughts on “Como sobreviver a um breakout – um surto de espinhas

  1. Super dicas maravilhosas encontrei aqui! ❤
    Eu passei por um breakout esses 3 ultimos dias, a indicação de produtos me deu uma noção do que eu devo fazer pra recuperar minha pele.
    Uma dúvida: essa aspereza que você comentou da pele, eu estou com essa mesma aspereza, no canto do nariz, próximo a boca, embaixo do pescoço esta bem GROSSO. Devo me preocupar?
    Estou só a base de hidratante, sabonete e tônico.
    sua pele esta ficando um HINO 😀
    Beijo!

    Like

    • Oi, Gabi! Tudo bem?
      Olha, eu não sou nenhuma dermatologista, mas opinião de leiga: no meu caso, essa aspereza veio junto de um ressecamento e de muitos cravos. A pele ganhou uma textura devido a tantas espinhas, sabe? Contra a luz, ela não estava uniforme, e sim completamente irregular.
      Espero que esses produtos te ajudem um pouco! Experimenta o chá de camomila bem geladinho, vai acalmar sua pele.
      Qualquer coisa, estou aqui!
      Super beijo!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s